quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Plano Diocesano de Pastoral - Esquema


Plano Diocesano de Pastoral

1. Introdução

2. Objetivo

3. Estrutura Pastoral

3.1 Estrutura Pastoral Diocesana

3.2 Estrutura Pastoral Paroquial
3.3. Organização Pastoral Diocesana
3.4  Plano de Manutenção da Diocese de Santo Amaro 2010

4. Lugar

5. Serviço da Palavra

5.1 PASTORAL FAMILIAR

5.2 PASTORAL VOCACIONAL

5.3 PASTORAL DOS NOIVOS

5.3 ENCONTROS DE CASAIS COM CRISTO (ECC)

5.4 PASTORAL DA JUVENTUDE

5.5 CAMPANHA DA FRATERNIDADE

5.6 COMIDI (Conselho Missionário Diocesano)

5.8 PASTORAL DO BATISMO

5.9 CATEQUESE

5.10 CONFIRMAÇÃO

5.11 PASTORAL DA EDUCAÇÃO

5.12 PASTORAL DA CULTURA

5.13 PASTORAL UNIVERSITÁRIA

5.14 ADOLESCENTES

5.15 PASTORAL DA CATEQUESE NAS ESCOLAS PÚBLICAS
 
5.15 PASTORAL DO ENSINO RELIGIOSO NAS ESCOLAS PÚBLICAS

6. Serviço da Liturgia

6.1 PASTORAL FAMILIAR

6.2 PASTORAL LITÚRGICA

6.2.1 BATISMO

6.2.2 CONFIRMAÇÃO

6.2.3 EUCARISTIA

6.2.4 MATRIMÔNIO

6.2.5 ORDEM

6.2.6 PENITÊNCIA

6.2.7 UNÇÃO DOS ENFERMOS

6.3 MINISTROS NÃO-ORDENADOS

6.5
PASTORAL DA ESPERANÇA

6.6 PASTORAL DA ARTE SACRA

7. Serviço da Caridade

 7. 1 PASTORAL FAMILIAR

7.2 AMOR EXIGENTE

7.3 PASTORAL DO DÍZIMO

7.4 Pastoral Carcerária

7.5 PASTORAL DA SAÚDE

7.6 PASTORAL DA CRIANÇA

7.7 PASTORAL DA TERCEIRA IDADE

7.8 PASTORAL OPERÁRIA
 
7.9 PASTORAL DO MENOR

7.10 Apostolado da Oração

7.11 Legião de Maria

7.12 Vicentinos

7.13 Cáritas Diocesana

7.14 Renovação Carismática Católica

8 Projetos

8. 1 PROJETO DE EVANGELIZAÇÃO PERMANENTE

8.2 Células de Evangelização

8.3 Pastoral dos Santuários


DGA - CNBB. Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil – 2011 – 2015 (Documentos CNBB 94).


1. Introdução

A Pastoral é a ação da Igreja, que continua a ação salvadora de Deus na História. Como agentes de pastorais, discípulos e missionários, queremos colaborar com Cristo na salvação da humanidade obedecendo sua ordem:
“Mas Jesus, aproximando-se, lhes disse: Toda autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo” (Mt 28, 18-20).
            Somos envidados pelo Mestre para formar discípulos, ensinar a todas as nações, a dimensão da Palavra que forma o ser humano. A segunda ordem é batizar, imergir o ser humano na Santíssima Trindade, a dimensão litúrgica como fonte e cume de toda a vida da Igreja (SC 10) e finalmente ensinar tudo aquilo que Jesus prescreveu, observar o mandamento o amor. Amar como Ele nos amou (cf. Jo 13, 34), num amor entrega, formado pela Palavra e alimentado na Eucaristia, que vai ao encontro de cada necessitado.
             Pregando o Evangelho, a Igreja atrai os ouvintes a crer e confessar a fé, dispõe para o Batismo, liberta da escravidão do erro e incorpora-os a Cristo, a fim de que n'Ele cresçam pela caridade, até à plenitude. E a sua ação faz com que tudo quanto de bom encontra no coração e no espírito dos homens ou nos ritos e cultura próprios de cada povo, não só não pereça mas antes seja sanado, elevado e aperfeiçoado, para glória de Deus, confusão do demônio e felicidade do homem” (LG 17). 
Da mesma forma este diretório se estrutura de acordo com o mandado do Senhor e as Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil:

Serviço da Palavra
Serviço da Liturgia
Serviço da Caridade
Profeta
Sacerdote
Rei
Igreja Discípula-Missionária
e alimentada pela Palavra de Deus
Alimentada pela Eucaristia na força do Espírito Santo
Para que todos tenham vida (cf. Jo 10,10) rumo ao Reino definitivo
Lugar da Animação bíblica da vida e da Pastoral
Casa da iniciação à vida Cristã
Comunidade de comunidades; a serviço da vida plena de todos em estado permanente de missão.
Múnus docendi
Múnus sanctificandi
Múnus regendi
Ide fazer discípulos
batizar
Observar os mandamentos

Nesse plano procuramos enquadrar as pastorais de acordo com a estrutura dos tria munia de Jesus (sacerdote, profeta e rei), bem como tentamos articular os conteúdos do diretório dos sacramentos e o Plano de Manutenção da Diocese de Santo Amaro, de tal modo que tudo convirja para a Evangelização e Salvação do Povo de Deus. Obviamente, um múnus está ligado a outro, da mesma forma numa pastoral litúrgica, por exemplo, há os conteúdos da Palavra e da Caridade, o enquadramento em um serviço é tão somente na predominância que há em cada pastoral do referido múnus. Cada agente que esteja em que pastoral for, terá sempre que viver em Cristo, sacerdote, profeta e rei.
 
2. Objetivo

Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil
2011 – 2015

Jesus Cristo, “Caminho, Verdade e Vida” (Jo 14, 6)

Objetivo Geral

Evangelizar,
a partir de Jesus Cristo,
e na força do Espírito santo,
como Igreja discípula,
missionária e profética,
alimentada pela Palavra de Deus
e pela Eucaristia,
à luz da evangélica opção preferencial
pelos pobres,
para que todos tenham vida (cf. Jo 10,10),
rumo ao Reino definitivo.

49ª Assembleia Geral CNBB
Aparecida SP, de 4 a 13 de maio de 2010

Um comentário: