sábado, 30 de janeiro de 2010

bênção das velas na festa de São Brás

BÊNÇÃO DAS VELAS NA FESTA DE SÃO BRÁS
V//. A nossa proteção está no nome do Senhor.
R//. Que fez o céu e a terra.
V//. O Senhor esteja convosco.
R//. Ele está no meio de nós.
Oremos.
Deus todo-poderoso e cheio de ternura, com uma só palavra criastes toda a variedade dos seres, e quisestes que para recriar o homem o mesmo Verbo, pelo qual tudo foi feito se encarnasse. Vós sois grande e imenso, digno de temor e louvor, e fazeis tantas maravilhas! Por vós o glorioso bispo e mártir São Brás, em proclamação da sua fé, sem temer os tormentos mais variados, conquistou a palma do martírio. Vós lhe conferistes, entre outras graças, a prerrogativa de curar, por vossa virtude, todos os males da garganta. Suplicamos, pois, a vossa Majestade que, sem olhar as nossas culpas, mas, antes, aplacado por seus méritos e preces, vos digneis, em vossa venerável bondade, abençoar + e santificar + esta cera, criatura vossa. Infundi nela a vossa graça, para que todos, cujos pescoços forem com fé tocados por ela, fiquem livres de qualquer doença da garganta pelos méritos do martírio dele e, sãos e risonhos possam dar-vos graças em vossa santa assembléia e louvar o vosso nome glorioso, que é bendito pelos séculos dos séculos. Por Cristo, nosso Senhor. R//. Amém.
E asperge as velas com água benta.
Os que recebem a bênção ajoelham-se ou ficam em pé diante do altar. O sacerdote aplica duas velas cruzadas à garganta de cada um, dizendo;
Pela intercessão de São Brás, bispo e mártir, livre-te Deus dos males da garganta e de qualquer outra doença. Em nome do Pai e do Filho + e do Espírito Santo. Amém.
Obs. Uma possível adaptação pastoral: ao invés de aplicar a fórmula da bênção individualmente o que tornaria a cerimônia muito longa e para não perder o significado do rito, pode-se dizer a fórmula  sobre três pessoas e ao pronunciar as palavras ir tocando os pescoços com as velas.
Bênção dada no final da missa, suprimindo-se a bênção final.